quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

DESTAQUE PARA A PROFISSÃO

A Profissão de Relações Públicas é destaque em Jornal Estado de Minas no primeiro dia do ano

PROFISSÃO/RELAÇÕES PÚBLICAS

Mercado promissor

Cada vez mais valorizado, profissional cuida da comunicação estratégica em empresas e instituições

Carolina Lenoir

PROFISSÃO/RELAÇÕES PÚBLICAS

Se a primeira impressão é realmente a que fica, nada mais compreensível do que as empresas investirem em profissionais que garantam a melhor representação possível. É papel do relações públicas resguardar e melhorar a imagem de uma empresa ou instituição, traçar estratégias da política de comunicação da companhia e desenvolver o relacionamento institucional com os públicos específicos.

O mercado tem se mostrado cada vez mais aberto a esse profissional. Um estudo realizado pelo Databerje, instituto de pesquisa da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), mostrou que houve mudanças tanto em relação à formação acadêmica daqueles que trabalham na área quanto à posição que ocupam no organograma da instituição. Em 164 empresas ouvidas, a participação de profissionais de relações públicas passou de 15,4% em 2005 para 22% em 2007 e em 53% dos casos, as diretorias e gerências de comunicação interna ficam sob a responsabilidade de comunicadores e relações públicas.

Para Valdeci Ferreira, presidente do Conselho Regional de Relações Públicas (Conrerp) 3ª Região, que abrange Minas Gerais, Bahia e Espírito Santo, isso é sinal de que, finalmente, o mercado está reconhecendo a excelência do relações públicas para lidar com questões como a gestão da imagem. “A comunicação estratégica precisa de um profissional qualificado. Ele é necessário em qualquer organização, da pequena à grande empresa”, afirma Valdeci. Para ele, não só há espaço para todo mundo, como falta gente para preenchê-lo. “O que falta, às vezes, é a personificação, ou seja, o profissional acreditar em si próprio e na profissão.”

Maria Tereza Correia/EM

"O que falta, às vezes, é apersonificação, ou seja, o profissionalacreditar em si próprio e na profissão" -Valdeci Ferreira, Presidente do Conrerp


MUDANÇA

A expectativa é de que, em cinco anos, essa visão mude e trabalhar como relações públicas passe a ser super valorizado. O momento, então, é propício para reflexões, como as apresentadas no seminário “Inserção e diversidade para a co-responsabilidade – as relações públicas no cenário social”, realizado no início do mês. “O discurso que a profissão é desvalorizada não cabe mais. Quem quiser ser um relações públicas tem que ter um perfil estrategista, ser articulador e pró-ativo. A missão não é só informar, mas trazer o público para o cerne das decisões organizacionais.”


Facilidade em estabelecer contatos, conhecer pessoas, ter habilidades de gerência e saber outras línguas também são características fundamentais. Órgãos públicos, escolas, instituições de saúde, empresas privadas e agências de publicidade são alguns dos locais onde o profissional pode trabalhar. Além disso, calcula-se que 30% dos relações públicas atuem como autônomos e 10% tenham negócios próprios.

SERVIÇO

• Uni-BH: 0800-30-7900

• Newton Paiva: 0800-30-0031

• PUC Minas: (31) 3319-3246

• UNA: 0800-30-3004

• UFMG: (31) 3409-5043

• Fabrai: (31) 3422-6972



Fonte: Estado de Minas – http://www.uai.com./
01/01/08


FONTE: Informativo Sistema CONFERP - n 14 - 10 de janeiro de 2008

Marcadores:

Curso ABERJE

COMUNICAÇÃO INTERNA, ASSESSORIA DE IMPRENSA, GERENCIAMENTO DE CRISES E BLOGS CORPORATIVOS

CURSOS ABERJE EM FEVEREIRO

- Como Avaliar Campanhas e Meios de Comunicação Interna

Suzel Figueiredo
Profissional de relações públicas e pesquisa. Trabalhou na área de comunicação corporativa no Grupo Fenícia, Almap/BBDO, Grupo Ogilvy & Mather e Refinações de Milho Brasil. Ministrou a cadeira de Marketing Básico no curso de Especialização em Comunicação na UNESP. Trabalha há 5 anos com pesquisa de opinião e dirige a Ideafix Estudos Institucionais, empresa de pesquisa especializada na área corporativa.

Objetivos:
• Apresentar metodologias de pesquisa e suas aplicações
• Aprofundar o conhecimento na construção de questionário
• Discutir possibilidades de avaliação dos meios de comunicação
• Capacitar o comunicador a gerenciar pesquisas

Data(s)/Horário: 12/2/2008 - 9:00 às 18:00 horas
Dia da Semana: terça-feira
Local: Av. Angélica, 1757 - 12º andar - Higienópolis Cidade: São Paulo
Valor: Associado: 600,00 Não Associado: 830,00


- Assessoria de imprensa na construção da imagem institucional

Izolda Cremonine
Jornalista, Publicitária Relações Públicas, mestre em Comunicação e Mercado (stricto sensu). É professora da ESPM e FGV. Consultora em Comunicação e Marketing, é diretora da C&M Comunicações. Ganhou os Prêmios Aberje 2003 e 1985 por trabalhos realizados para Multibras e Goodyear, respectivamente.

Objetivo:
Discutir a importância da Imprensa na formação da imagem institucional da empresa; debater a Assessoria de Imprensa como ferramenta de bom relacionamento com os jornalistas; levantar questões sobre o futuro do mercado de trabalho.

Data(s)/ Horário: 13/2/2008 - 9:00 às 18:00 horas
Dia da Semana: quarta-feira
Local: Av. Angélica, 1757 - 12º andar – Higienópolis Cidade: São Paulo
Valor: Associado: 600,00 Não Associado: 830,00


- Gerenciamento e Comunicação de Crises Corporativas: A Teoria na Prática

Eduardo Prestes
Mestre em Comunicação e Marketing pela faculdade de Comunicação Cásper Líbero, é Engenheiro pela FEI, Professor e Consultor Sênior de Empresas, na área de Gerenciamento e Comunicação de Crises Corporativas e Comunicação de Risco. É especializado em Marketing Industrial pela Fundação Getulio Vargas-SP; Comunicação Corporativa e Marketing pela Universidade da Flórida, tendo sido responsável e trabalhado na Prevenção, Gerenciamento e Comunicação de Crises Corporativas de Produtos no Grupo Solvay , baseado em Bruxelas. Atuou como Associado Internacional da CRG, The Corporate Response Group, empresa líder nos Estados Unidos na área de Gerenciamento e Comunicação de Crises Corporativas, atual Marsh Crisis Academy; professor convidado da Fundação Getulio Vargas-IBRE, para o curso de Gerenciamento e Comunicação de Crises Ambientais. Atuou como diretor de negócios do grupo francês, Bureau Veritas, sendo, responsável pelo setor de Química e Petroquímica. Atualmente é Diretor Executivo da CMS Consulting – Crisis Management Solutions- empresa pioneira no Brasil, especializada em Gerenciamento e Comunicação de Crises e de Risco, com expertise na área Química, Petroquímica, Agro química, Farmacêutica e Alimentos. Além dos projetos de Consultoria, exerce a atividade de Conferencista e Palestrante em cursos, simpósios e Conferências, nacionais e Internacionais na área de Crisis Management, e desenvolve um trabalho de pesquisa aplicada na área de Comunicação de Risco e Mudança Comportamental, voltada para a segurança industrial.

Objetivo:
• Discutir as vantagens da utilização de procedimentos para avaliação e gestão dos riscos de uma crise e suas implicações para os resultados globais de desempenho da corporação
• Indicar caminhos para se identificar e atuar de forma eficiente diante de um evento catalisador de crise
• Demonstrar a importância da formação de uma cultura empresarial que priorize a Comunicação e o Gerenciamento profissional de Crises
• Internalizar a pratica da Comunicação e Gerenciamento de Crises como vantagem competitiva
• Mostrar como a Gestão e o gerenciamento eficaz de uma crise corporativa pode reduzir custos reais e minimizar danos à reputação e imagem de uma empresa, preservando seu patrimônio tangível e intangível.

Data(s)/ Horário : 14/2/2008 - 9:00 às 18:00 horas
Dia da Semana: quinta-feira
Local: Av. Angélica, 1757 - 12º andar – Higienópolis Cidade: São Paulo
Valor: Associado: 600,00 Não Associado: 830,00


- Como construir e gerenciar blogs corporativos

Pollyana Ferrari
Diretora da Polipress Cooperativa Digital e consultora de empresas na área de gestão de conteúdo, arquitetura da informação e portais corporativos. Jornalista formada pela PUC/SP e mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Há 19 anos atua no mercado editorial de informática, tendo dedicado os últimos 12 anos à Internet. Professora da PUC-SP, onde ministra aulas no Curso de Jornalismo e Multimeios, na graduação. Na Pós-graduação, no curso de Design e Jornalismo Online. É professora da UNIABERJE.

Metodologia:
O curso será um mix de palestra dinâmica, com a apresentação de casos reais e vivência de redação digital para confecção de blogs customizados por áreas.

Público-alvo:
O curso Como construir e gerenciar blogs corporativos destina-se a profissionais já envolvidos com ações de comunicação digital e através de uma releitura da linguagem visual e de exercícios práticos de redação e edição em blogs, os alunos serão estimulados a desenvolver um blog corporativo até o final do treinamento.

Conteúdo e programa:
Os seguintes temas serão abordados nos dois dias de curso:
1) O que significa Blog? Como construir um Blog corporativo eficiente.
2) Análise conceitual e operacional da importância do Blog na comunicação corporativa.
3) Características dos conceitos de arquitetura da informação e conteúdo colaborativo em Blogs.
4) Compreensão da blogosfera, suas regras e, como manter-se em sintonia com as exigências do formato que mais cresce na Internet.
5) Visualização da organização de Blogs através de níveis estruturais, ou seja, Blogs pessoais, Blogs comunitários e os coletivos dinâmicos.
6) Como cuidar manutenção e atualização futura do Blog.

Data(s)/ Horário : 19 e 20/02/2008 - 9:00 às 18:00 horas
Dia da Semana: terça-feira e quarta-feira
Local: Hotel Novotel - Rua Martins Fontes, 71 – Centro Cidade: São Paulo
Valor: Associado: 850,00 Não Associado: 1050,00

Mais informações sobre os cursos da ABERJE
(11) 3662-3990
cursos@aberje.com.br
Acesse o site,clique aqui.

FONTE: Informativo Sistema CONFERP - n 14 - 10 de janeiro de 2008

Marcadores: