quinta-feira, 30 de abril de 2009

TRIBUTO A AYRTON SENNA
(Aut. Sueli Bessa Guerra da Silva.)
Aracaju, 29 de Abril de 1995

Foi numa manhã de Domingo.
Numa linda manhã de sol,
o primeiro Domingo de Maio
e o primeiro dia do mês,
do ano de 1994.

O dia era promissor, nossos
corações estavam em festa
e a expectativa era grande.
O mundo ligado em você.

Era o dia do trabalhador
e você estava lá,... trabalhando...
batalhando por mais uma vitória.

Aquele dia, era um dia especial,
principalmente para você que
iniciava uma outra luta, a dos
bastidores numa tentativa de
melhores condições de trabalho,
como todo trabalhador.

Não seria fácil conseguir dobrar os
senhores todos poderosos da Fórmula 1,
mas você teria conseguido, com certeza.

E agora?
Ninguém conseguiu entender. Ficou difícil
para nós. Você se foi, deixando milhões de
corações despedaçados, sem ao menos pedir
licença, nem sequer se despediu.

Isso era próprio de você.
Foi assim quando começou.
Foi entrando em nossos lares
sorrateiramente, sem ao menos
pedir licença, e foi ficando...
ficando e tornou-se íntimo
no seio de nossas famílias.

Ora de manhã, quando não
à tarde e as vezes de madrugada.
E lá estávamos nós a sua espera.
A ansiedade estampada em cada
rosto, no furor de nossas mentes
transformados numa grande corrente
de pensamento pedindo a DEUS que
ajudasse você chegar até o fim.
O fim de qualquer corrida e em
primeiro lugar.










Era belo ver a nossa pequena bandeira,
a Bandeira Brasileira, tremular em suas mãos
após cada vitória.

Nessa hora, ela se tornava tão imensa
que parecia cobrir o mundo.

Agora, os domingos perderam a graça,
acabou aquela sensação gostosa de prazer,
ao vê-lo refletido nos tubos de imagem
dos nossos aparelhos de TV.

Não veremos mais, aquele sorriso meigo,
meio de lado, o seu olhar doce e calmo
mesmo nas horas de tensão.

O que ficou gravado em nossas mentes
para todo o sempre, foi aquele seu último
olhar pensativo... vago,
parecendo preocupado, como se fosse
de uma despedida.

Naquela hora, nenhum de nós entendeu.
É que chegava a hora da tua partida.

Quem era você afinal?
Um ás, um Deus, um herói?
Sei lá, que importa!
Para nós voce será sempre o nosso “AYRTON”,
embora não visitando mais os nossos lares,
continuará para sempre em nossos corações.

Valeu, Ayrton.


Marcadores:

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Informativo Sistema Conferp

Relações Públicas - PROFISSÃO FORTE - 17/04/2009 - 001


Se você não consegue visualizar este e-mail, clique aqui
Oi, seja bem-vindo.
Este é um novo informe do Sistema CONFERP. Através desde novo canal iniciamos uma série de ações com o objetivo de pesquisar e traçar o perfil do profissional de Relações Públicas no Brasil e legitimar nossa profissão.

Relações Públicas - Profissão Forte

O Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas - CONFERP, ao longo desta gestão procurou se relacionar com você de forma direta, mantendo-os sempre atualizados sobre as necessidades e anseios dos profissionais de Relações Públicas.
Nós do Sistema CONFERP, Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas e CONRERPs, Conselhos Regionais de Profissionais de Relações Públicas, buscamos investir mais na melhoria dos nossos canais de informação possibilitando que nossa comunicação alcance a todos.
Precisamos construir a “identidade” deste novo Profissional de Relações Públicas, traçando seu perfil e identificando sua área de atuação. E para isso precisamos de sua ajuda!
Para que vocês tenham uma idéia, desde a regulamentação de nossa profissão e criação do Sistema CONFERP, já se registraram como Relações Públicas, mais de 14.000 profissionais em nosso país. Em 40 anos, é um número bem expressivo.
Mas onde estão nossos profissionais? Onde se graduaram? Possuem apenas a graduação ou são especialistas, mestres, doutores? Trabalham em empresa pública ou privada? Qual a área de atuação? Quais cargos ocupam? Como estão distribuídos no país? São registrados? Em qual CONRERP é registrado?
Além de traçar o perfil deste novo profissional de Relações Públicas, precisamos atualizar os seus dados . Muitos fizeram o seu registro no Sistema CONFERP e nunca mais atualizaram os seus dados.
Há bem pouco tempo o e-mail não era uma ferramenta tão massificada. Se voltarmos um pouco mais no passado não existia a Internet. Não é mesmo? Isto sem levar em consideração as mudanças freqüentes de telefones, endereços, o uso de celulares...
Todas essas mudanças fizeram com que nosso banco de dados ficasse ainda mais defasado, dificultando o relacionamento do Sistema CONFERP com todos vocês, profissionais de Relações Públicas.
O Sistema de Pesquisa e Recadastramento de Dados esta online na internet, acesse o link: www.siconferp.org.br/atualiza, preencha todos os dados. O sistema é rápido e seguro, sua ação contribuirá para o fortalecimento da nossa profissão.
Mobilize, encaminhe este e-mail a todos os profissionais de Relações Públicas que conheça.


Angelina Gonçalves

Presidente do CONFERPCONRERP/3 - 928

Participe, contribua, faça sua parte.


Para cancelar o recebimento de nossos informativos, envie um e-mail para rp@conferp.org.br e no campo de assunto preencha: "REMOVER".




Marcadores: